terça-feira, 10 de dezembro de 2013

O dinheiro se tornou tudo

Chegamos ao ponto de que tudo é uma questão de dinheiro. Absolutamente tudo custa dinheiro.

Sei que a princípio a criação do dinheiro veio com o intuito de facilitar a vida das pessoas, mas no decorrer dos tempos, talvez em prazo muito curto, o dinheiro não serve mais ao homem, e sim o contrário, é o homem quem serve ao dinheiro.

Citamos ordinariamente o verbo “trabalhar”, mas o trabalho não é mais o mesmo desde o advento do dinheiro. Trabalhar hoje em dia significa vender-se. Para quem você se vende? Em troca de quê você se vende? Por quanto você se vende? São essas as perguntas que nós temos que nos fazer.

Logo, um indivíduo não trabalha em uma empresa, ele vende diariamente uma quantidade de horas de sua liberdade pra ela. Tanto que os empregados recebem por horas trabalhadas.

Uma coisa é trabalhar como o homem antigo fazia ao buscar alimentos na selva, fazer fogo a partir de varetas, apanhar folhas de palmeira para a sua casa e etc. Outra coisa são os homens de hoje fazerem comerciais de TV, ou vender qualquer produto ou serviço inútil por exemplo. E o mundo está cheio desses “trabalhadores”.

A verdade é que o dinheiro hoje é sinônimo de liberdade, acessibilidade, tranquilidade, boa ação, enfim, uma infinidade de coisas.

Liberdade porque você só se transportará para algum destino se você tiver dinheiro para pagar a passagem, ou comprar um veículo, ou comprar um veículo e pagar o combustível, ou até mesmo para adquirir uma bicicleta. Acessibilidade porque você necessita de dinheiro para ter acesso às coisas, um exemplo disso é a internet, ou então um hospital de qualidade. Tranquilidade porque se tiver um bom dinheiro você poderá comprar uma residência no interior e lá se refugiar da poluição sonora e ambiental das grandes metrópoles.

Tudo isso quer dizer que o mundo está tão absurdamente capitalista que até para fazer o bem você precisa de dinheiro. Isto é, se você cogitar alimentar alguém que se encontra faminto, você terá que comprar comida para o mesmo. Percebeste? Você comprará a ajuda que pretende dar. É por isso que tantas pessoas no mundo só não ajudam mais porque não tem dinheiro.

Somos todos, vítimas do capital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário